segunda-feira, 22 de março de 2010

PARA AS MULHERES DE DEUS (Dia Internacional da Mulher)

“Dou graças ao meu Deus,  por tudo que recordo de vós, fazendo sempre, com alegria, súplicas por todos vós, em todas as minhas orações, pela vossa cooperação no evangelho, desde o primeiro dia até agora. Estou certo de que aquele que começou a boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus” (Fl. 1.3-6).
 

Estes versículos têm um sabor especial para as mulheres. Temos que nos lembrar que a igreja de Filipos começou na casa de uma mulher, Lídia, e provavelmente se desenvolveu ali. Apesar de Paulo ter tido a visão de um varão da Macedônia, foi uma mulher a primeira convertida na Europa. Foi também em Filipos que Paulo moveu-se de compaixão por uma jovem, libertando-a em nome de Jesus da opressão de Satanás e da exploração dos seus senhores,
As palavras de Paulo à igreja em Filipos são cheias de afeto. Será porque as mulheres deram uma característica especial àquela igreja? Essas palavras, proferidas pelo apóstolo, que muitos julgam machista, são reveladoras de quanto Paulo valorizava as mulheres em seu ministério. Em Gálatas 3.28, ele diz que “todos somos um na salvação”.
Creio que o apóstolo teria escrito essas palavras a muitas mulheres no decorrer da história e ainda hoje. Mulheres que sempre trabalharam, ombro-a-ombro , no Reino de Deus, a maioria das vezes anonimamente, obscuramente. Tal e qual nas parábolas de Jesus, as mulheres deram à igreja de Cristo a grande contribuição de vigilância dos princípios da Palavra, de perseverança, de misericórdia e de alegria. Quantas mulheres edificaram igrejas, ministraram ensino, pregaram a Palavra,supriram as necessidades das pessoas por amor e  levaram pessoas, famílias inteiras a Jesus!
Em um mundo em que, por um lado, há mulheres que são confrontadas, diariamente, com novos valores, são participativas, influentes, escolarizadas e bem-sucedidas economicamente e, por outro lado, há milhões delas  oprimidas pelas culturas, vivendo em pobreza, exploradas na força de trabalho  e como pessoas, faz-se necessário uma participação efetiva das mulheres na igreja de Jesus Cristo. Uma igreja que precisa, cada vez mais, ser vigilante, perseverante, e cheia de misericórdia e alegria.
Mulheres de Deus: “...aquele que começou a boa obra em vós, há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus”
(Pra. Zenilda Reggiani Cintra - Publicado em OJB - 070310)

Nenhum comentário:

Postar um comentário